Governo de São Paulo prevê retomada dos eventos a partir de 27 de julho

Em coletiva de imprensa nesta sexta-feira (3), o Governo de São Paulo anunciou que convençõeseventos atividades culturais (que incluem museus, galerias, acervos, centros culturais e bibliotecas, cinemas, teatros e salas de espetáculos, eventos culturais) com público estão autorizados a partir do dia 27 de julho, ou seja, quatro semanas após o início da Fase 3 (amarela) do Plano São Paulo, programa que norteia a retomada de diversos setores da economia do Estado.

Para isso, o governo definiu algumas condições: ocupação máxima de 40% da capacidade, funcionamento máximo por seis horas diárias, assentos dispostos à distância mínima, adoção de protocolos específicos, uso obrigatório de máscaras tanto pelo público quanto para os profissionais envolvidos no evento, suspensão do consumo de alimentos e bebidas nos estabelecimentos e controle de acesso.

O governador João Dória Jr. ressaltou que o cronograma para a retomada dos evento (27 de julho e 12 de outubro) estão condicionados à região estar na fase amarela há quatro semanas.

Em coletiva de imprensa realizada no final da manhã desta sexta-feira (03), o governador João Dória Jr. anunciou a liberação da realização de eventos a partir do próximo dia 27 de julho.

De acordo o material exibido durante a coletiva de imprensa, a retomada das atividades culturais, eventos e convenções será feita em duas etapas: 27 de julho para eventos com público sentado e 12 de outubro para eventos com público em pé.

Dois aspectos chamam mais atenção no documento disponibilizado pelo Governo de São Paulo (baixe a íntegra aqui): a retomada a partir do dia 27 de julho será autorizada com restrição de consumo de alimentos e bebidas, principalmente em área fechadas, e ocupação máxima de 40% da capacidade do espaço que recepcionará o evento (veja quadro abaixo).

Já na segunda fase de liberação, prevista para ocorrer a partir do dia 12 de outubro, ficarão liberados os eventos com público em pé.

No documento liberado pelo Governo de São Paulo não há nenhuma menção a questão do A&B. Apenas restrição de utilização de 60% da capacidade do local, distanciamento mínimo de 1,5m entre os participantes do evento, e a venda de convites/ ingressos terá que ser feita exclusivamente pela internet.

Fonte:  Revista Eventos – https://www.revistaeventos.com.br/EVENTOS/Governo-de-Sao-Paulo-autoriza-eventos-a-partir-de-27-de-julho/50126

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
×